Exaustão

Oi Pessoal

Saudades de vocês.
Quem me acompanha sabe que faz um tempinho que não posto nada pessoal. Por um lado, a notícia é boa… De acordo com os últimos exames que fiz, a  SAF parece estar bem controlada. Minhas dores articulares reduziram bastante e meu INR, com o Falithrom (Herzlichen Dank, Deutschland_ significa obrigado, Alemanha, do fundo do meu coração… mas só sei falar isso em Alemão, apesar da minha ascendência germânica) , está bem estável.
Por outro lado,  muito do meu sumiço, se deve ao fato de eu estar trabalhando muito, o que é ótimo. Consegui até ser promovida, depois de 8 anos no mesmo patamar. Estou super realizada no meu trabalho.
O único problema é que eu estou simplesmente ESGOTADA. Não consigo pensar em outro termo se não esgotada, para me definir. Ultimamente tenho dado graças a Deus por eu saber me maquiar, porque assim, as pessoas não conseguem enxergar o caco de pessoa que estou.
É bem provável que, pela primeira vez, eu tenha me dado conta que, apesar de ser viciada em trabalho, não conseguir parar, eu tenho de fato algumas doenças crônicas, mesmo minha mente tente me ludibriar com uma disposição que a maior parte dos doentes crônicos carecem.
A grande questão da exaustão é porque eu trabalhava super perto de onde eu morava e, desde agosto, a empresa que eu trabalho se mudou pra o centro da cidade, que fica aproximadamente a 30km de onde eu moro. Com isso, tenho que acordar de madrugada, e levo quase 2h todos os dias para conseguir chegar ao trabalho. À noite, o tempo de deslocamento é quase o mesmo.
Esse tempo gasto de deslocamento traz uma consequência problemática para doentes crônicos como eu: a falta de tempo para fazer exercício, que é uma parte fundamental no gerenciamento da dor e/ou doença crônica.
Em se tratando de exercícios físicos, 2019 foi péssimo para mim neste quesito. Fiz algumas  sessões de EMS (Eletroestimulação Muscular), que aliviaram bastante as minhas dores, mas depois, tirei férias (melhores férias da vida),  fiz cirurgia, tive outra trombose, que me impediram de me exercitar por mais de dois meses e, desde agosto, com esta mudança para o centro, aí é que não consigo me exercitar mesmo….cansaço é tanto que chego em casa e estou sendo capaz de dormir sentada na poltrona da sala e, perder o sono na hora que eu de fato vou para cama…  Para não dizer que estou completamente parada, comecei a  fazer aulas de forró na hora do almoço, mas sem dúvida alguma as pessoas que estão ali, são bem melhores do que eu … eu brinco que tenho 2 pés esquerdos, porque meu rítmo é péssimo (hehehe). Posso não dançar bem, mas que estou me divertindo, isso, com toda certeza.  Mas eu preciso me mudar para algum lugar mais perto do trabalho. Não estou conseguindo dar conta.
Tenho que conseguir marcar o endócrino. Apesar de estar tomando o remédio para o controle do açúcar no sangue, o exame de sangue confirmou o diagnóstico que já era mais ou menos certo de diabetes tipo 2.
A minha mãe acha que muito do meu cansaço esteja relacionado ao diabetes,  mas, eu tenho pra mim que o maior problema esteja ligado à SAF e ao fato de eu não estar conseguindo me exercitar.
Se eu pudesse fazer ao gênio da lâmpada um único pedido., meu pedido seria muito simples: AFASTA DE MIM ESTA EXAUSTÃO QUE HÁ MESES VENHO SENTINDO…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s