10 Coisas que você precisa saber sobre o Lúpus

Nos últimos meses, a cantora Selena Gomez e a atriz Kristen Stewart (a Bella, da série Crepúsculo) afirmaram lutar com o lúpus, fazendo com que a atenção acerca das doenças autoimunes aumentasse.  Elas se unem a uma lista de celebridades, como a cantora R&B Toni Braxton, o apresentador do programa “America’s Got Talent” Nick Cannon e Seal, cuja característica da doença que o deixou com cicatrizes inflamatórias no rosto. Até mesmo a Lady Gaga, que alega ter um resultado positivo “limítrofe” para o lúpus.

Mas, enquanto as pessoas podem ter uma ideia de quem tem lúpus, a maioria não sabe o que ela é na verdade.

A seguir, você encontrará 10 fatos sobre o Lúpus. A relação de fatos foi desenvolvida pelo Dr. Richard Furie, reumatologista chefe da Divisão de Reumatologia de North Shore especializado no diagnóstico e tratamento do lúpus e de doenças relacionadas a ela.

  • O Lúpus provoca falhas no Sistema Imunológico do corpo _ que deveria lutar contra virus, bactérias e germes _ fazendo com que ele ataque tecidos saudáveis, provocando uma inflamação em diversos órgãos do corpo.
  • Noventa por cento (90%) dos pacientes com lúpus são mulheres. Os homens também podem desenvolver lúpus e, neles, o lúpus pode afetar alguns órgãos mais severamente.
  • O Lúpus pode afetar qualquer Pessoa, mas mulheres negras, hispânicas, Latinas, asiáticas e de ilhas no pacífico são duas ou três vezes mais diagnosticadas com Lúpus do que as mulheres brancas.
  • Uma vez que o lúpus afeta as articulações e pele, causando artrite e vermelhidão, el epode afetar qualquer órgão do corpo, incluindo o coração, os rins, os pulmões, o sangue e o cérebro.
  • Cerca de oitenta por cento (80%) dos pacientes com lúpus sentem fadiga e, para alguns, ela pode ser debilitante.
  • Cerca de quarenta por cento (40%) das pessoas com lúpus e dois terços das crianças com lúpus serão acometidos com problemas renais.
  • Atualmente, os pacientes com lúpus têm vivido com mais saúde e por mais tempo, graças aos pesquisadores que continuam a descobrir cada vez mais como o Sistema imunológico funciona.
  • Com os tratamentos atuais, aproximadamente 90% dos pacientes com lúpus sem acomentimento nos órgãos, podem ter o mesmo tempo de vida daqueles que não tem lúpus.
  • Um relacionamento positivo entre medico e paciente ajuda a melhorar a satisfação com o tratamento e aumenta o nível de esperança e a sensação de bem estar.
  • Muitos sintomas do lúpus imitam os sintomas de outras doenças, e podem aparecer e desaparecer ao longo do tempo. Com isso, o diagnóstico de lúpus pode levar de 3 – 5 anos para ser fechado. Por isso, os pacientes devem procurar um reumatologista ( um medico especialista em lúpus).

Fonte: http://healthcaresolutionsplus.org/10-facts-about-lúpus-you-must-know-about/ acessado em 12/08/2015

INRs e Gerenciamento de Dor

O mês de agosto não começou muito bem para mim… Pelo menos no que diz respeito ao INR e a dor. Sobre o INR tenho tido muita flutuação. Ou está muito alto ou extremamente baixo, o que de uma certa forma, explica a dor de cabeça que vira mexe tem me perturbado. Na semana passada mesmo, na 2a feira fiz o TAP no Laboratório Sérgio Franco e o resulltado deu 5.1. Segui o procedimento padrão: três dias sem coumadin e retormar  a metade da dosagem  e repetir o TAP. No Sábado repeti o exame no Laboratório Homero, lá em Petrópolis, onde eu sempre faço meus exames e o exame constatou que meu inr está em 1.8. Posso parecer até tranquila, quando quem não me conhece fala comigo e, eu bem que tento parecer o mais tranquila possível, mas a flutuação de INR é uma coisa que me tira do sério. Estou tentando fazer o possível para que o INR volte à estabilidade, mas nada do que eu faça tem dado resultado. Estou chegando à conclusão que esta flutuação está ligada ao meu ganho de peso (10 kg) desde que comecei a tomar o Lyrica para  a Fibromialgia. No último dia 12/08, estive na neurologista e estou oficialmente sem lyrica \o/. Pelo menos pelos próximos 4 meses E, diferente do que estava acontecendo comigo desde que comecei a tomar o remédio, minha fome está começando a diminuir. Dois dias apenas sem o lyrica e já consigo sentir diferença na minha fome. Estou ficando mais tranquila 😀 e não agoniada de fome. Talvez, até o próximo mês a minha fome tenha passado por completo e eu comece a emagrecer.
Ainda sobre a consulta com a neurologista, ela achou que minha dor generalizada melhorou muito desde a última consulta, quando passei a tomar a gabapentina. Eu concordo com ela. A fibromialgia que estava atacadérrima, melhorou muito e a dor que estou sentindo atualmente, eu consigo conviver tranquilamente com ela. Estou fazendo fisioterapia no lugar onde faço pilates e essa fisioterapia está me dando um bem estarque eu achei que nunca conseguiria sentir novamente. Quem se interessar, vale a pena procurar conhecer um pouco do método GDS. Onde eu  faço não é muito barato, mas, está valendo cada centavo que tenho gasto no tratamento da minha dor crônica.
No mês passado comecei a fazer um novo tratamento capilar com a minha dermatologista Dra Paula Chicralla para estimular o crescimento do meu cabelo. Este novo tratamento que começamos utiliza uma pistola, como aquelas que se usam para fazer tatuagem e na ponta, coloca-se uma série de microagulhas, onde ela coloca o medicamento e aplica no cabelo.  Vale ressaltar que até agora, fiz apenas 1 aplicação, mas já percebi que meu cabelo ganhou um brilho e uma vitalidade que há tempos eu não via .E, para mim, o melhor de tudo, a queda dimunuiu MUITO. Não sei se esse tratamento vai fazer o meu cabelo crescer de novo, mas já estou no lucro, sabendo que estou perdendo menos cabelo. Depois posto foto de como estava o meu cabelo quando comecei e depois ao final, como ele ficou.