Imunidade baixa

Pois é… a pessoa toma uma vacina de gripe no trabalho e, por alguma razão, ela não faz efeito. Estou com uma mega gripe que literalmente me nocauteou. Atacou principalmente minha garganta que, aparentemente, voltou a ser meu calcanhar de aquiles.  Esta é a segunda gripe forte (que me dá febre) que tenho desde abril, que foi quando eu tomei a vacina australiana. Se no próximo ano o meu trabalho aplicar novamente a vacina australiana só porque ela ela foi liberada primeiro eu não vou tomar. Esta foi a primeira e última vez que tomo esta vacina.  Todos os outros anos eu tomei a vacina francesa e não fiquei gripada. A impressão que tenho é que essa vacina diminuiu ainda mais a minha imunidade.
Este poderia ser um post absolutamente desinteressante… ainda mais porque eu estou falando de uma gripe. Só que, por ser paciente de doenças autoimunes, eu caio em um problema: que medicamento tomar? Como vou saber se o remédio de gripe não vai afetar o meu inr, abaixando-o demais ou o elevando demais, como aconteceu com o lactopurga quando precisei fazer um raio-x e fiquei incoagulável. Levei alguns meses para conseguir estabilizar o inr de novo. Uma droga.
Fui à otorrino que me atende lá no Hospital Pedro Ernesto.  Agora ela atende na Barra da Tijuca  pelo meu plano de saúde. Como eu precisava pegar pedido para exames com ela, acabei aproveitando para me consultar com ela por causa da gripe e, graças a Deus, apesar da minha dor de garganta, ela não está inflamada. 😀
Achei que por causa da gripe ela fosse me passar algum remédio para a gripe, e, para minha surpresa, ela recomendou que eu continuasse tomando o trimedal, que foi indicado pela minha hematologista quando eu ainda morava em Petrópolis e tinha pouco tempo de diagnóstico de SAF. Na época ela me explicou que o trimedal não provocava alterações bruscas no INR…  Falando em INR, na última semana eu fiz tap. O inr está alto: 4.79, o que não é tão distante do meu alvo (que é até 4.0) e, para a minha surpresa agradável, apesar do inr estar alto, eu não estou tendo qualquer sangramento, estou sem hematomas ( 😀 ) e, estou escutando bem.  Considerando a gripe que estou, minha audição está excelente.

Voltei a fazer o tratamento de queda de cabelo. Ele voltou a cair drasticamente. Parece que estou tendo que começar do zero, tamanha é a falha, mas acho que com um pouco mais de aplicações de laser e muito aloxidil 5% meu cabelo vai voltar a crescer.  Já tive queda acentuada antes, a dra Paula Chicralla conseguiu revertê-la… não vai ser agora que vou desistir. De repente até o final do ano, consigo ter cabelo na falha de novo…

Até a próxima.

Anúncios