O Congresso de SAF no Rio de Janeiro

Como boa parte dos pacientes com SAF deve ter tido conhecimento, na semana passada (entre os dias 18 e 21 de setembro) ocorreu o 14º Congresso Internacional sobre Anticorpos anti-fosfolipides e o 4º Congresso Latino Americano sobre Autoimunidade no Sofitel em Copacabana. O congresso foi organizado e planejado pelo Dr. Roger Roger Levy e pelo professor Yehuda Shoenfeld. O professor Yehuda, assim como o Prof. Roger é outra sumidade em autoimunidade.
Eu queria ajudar o Dr. Roger de qualquer maneira e, conversando com ele, ele me pediu para passear com as esposas de alguns dos médicos que participariam do congresso. Como estaria em férias no trabalho, aceitei a tarefa sem pestanejar. Nos dias designados, me encontrei com esposas dos médicos. No primeiro dia, tive o prazer de acompanhar também a doutora Lisa Sammaritano, reumatologista do famoso Hospital de Cirurgia Especial de Nova Iorque. Ela havia acabado de chegar de NY e, mesmo cansada foi ao Pão de Açucar comigo e com as outras duas esposas dos médicos. Morri de medo do bondinho (rrrss), mas o passeio foi maravilhoso.
Antes de voltar para casa naquele dia, fui à area onde o congresso seria realizado. Os outros voluntários estavam trabalhando desde às sete da manhã e estavam exaustos. Lá no hall do congresso, fui informada que ninguém sem credencial poderia entrar na área do congresso. Nesse mesmo dia, recebi a confirmação que o Prof. Hughes viria mesmo ao congresso então pedi a uma das voluntárias para entregar o meu livro ao Dr. Roger e ele pedir ao Prof. Hughes um autógrafo.
Pois as coisas acabaram saindo melhores do que eu previa. O Dr. Roger me convidou para participar da abertura do congresso junto às esposas dos médicos com quem eu estava passeando.
Depois de um dia de passeio no Parque Lage e Jardim Botânico, voei em casa, troquei de roupa e quando voltei ao hotel, o congresso estava apenas começando 🙂
Assisti a Palestra de abertura do Prof. Hughes e, depois ele além de conversar comigo, tiramos fotos juntos e ele ainda autografou o meu livro. Me senti tão honrada de ter podido participar da abertura do congresso. Ter acesso a esses profissionais que dedicam a vida a pesquisar uma solução para mitigar os sintomas da saf e de outras doenças autoimunes. Fiquei realmente muito feliz.
Ainda vou conversar com o Dr. Roger para saber quais foram as descobertas mais fascinantes divulgadas no congresso, mas, uma coisa ficou clara na fala do Prof. Hughes: o Clexane (aquela injeção desagradabilíssima) está melhorando e muito outros sintomas relacionados a SAF, como problemas de memória, Fiquei encantada com isso, mas triste pelo Clexane ser tão caro e não ser subsidiado pelo Governo aos pacientes crônicos.

Assim que eu tiver uma resposta do Dr. Roger sobre as descobertas vou publicá-las aqui.

8 Fatos Sobre a Vitamina D

Encontrei este artigo e, acho que vai ser útil para todos que sofrem com dor crônica e ou insuficiência de vitamina D.

 

1- A vitamina D afeta genes do Câncer e doenças autoimunes


Um estudo relacionou a deficiência de Vitamina D com o aumento no risco de câncer e doenças autoimunes como artrite reumatoide, esclerose múltipla e lupus. Pesquisadores descobriram através do mapeamento do receptor de vitamina D no genoma humano que a deficiência na vitamina D é um fator ambiental significativo no aumento do risco do desenvolvimento dessas doenças.

2 – 1 Bilhão de Pessoas no Mundo tem Insuficiência de Vitamina D
e 70% dos adultos e crianças nos EUA sofrem de deficiência de vitamina D. A causa desta deficiência é uma combinação de pouca exposição solar e uma dieta pobre em vitamina D.

3- Alguns Medicamentos podem impactar na Absorção da Vitamina D
Hidroxicloroquina, ou Reuquinol, e corticoides, ambos prescritos para o tratamento de artrite reumatoide, estão entre eles. Mesmo que você esteja tomando um desses medicamentos, o seu médico pode ajudá-lo a ajustar sua dose diária de vitamina D para corrigir a má-absorção.

4 – Um exame de Sangue pode confirmar se você tem baixa dosagem de Vit.D 
Você pode pedir ao seu médico para realizar um simples exame 25-Hidroxi – Vitamina D
5- Mudar a dieta pode elevar seus níveis de Vitamina D
Para elevar seu nível de vitamina D através dos alimentos, você deve comer peixes gordurosos como  salmão, sardinha e atum. Gema de ovo e cogumelos também são ricos em vitamina D. Você também pode ingerir cereais e leites fortificados com Vit.D
6 – 15 minutos de Exposição Solar fornece 20.000 IU de Vit.D
No entanto, isso é sem a utilização de protetor solar durante o verão. Não é recomendável expor sua pele ao sol sem a proteção solar durante longos períodos. POde provocar danos à pele e elevar os riscos de câncer de pele.

7- A vitamina D pode melhorar o seu humor e fortalecer os ossos
Não somente a vitamina D tem um papel importantíssimo na absorção de cálcio, como também reduz drasticamente o risco de osteoporose. Ela também ajuda no combate à depressão.

8 – A Vitamina D ajuda no gerenciamento da dor crônica
A vitamina D tem um papel importante no gerenciamento da dor musculoesquelética na artrite e em outras doenças autoimunes. É comum pessoas que convivem com dor crônica terem deficiência de vitamina D. É importante que seu médico constantemente verifique as taxas de vitamina D de seus pacientes e prescreva suplementos de vitamina D para o tratamento da dor crônica.

 

Fonte: http://www.healthcentral.com